Páginas

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Treino - Madrugada 2


Pois, está bem S.! Foste uma vez para te exibires, mas agora népia!
Não senhora, nada disso, não fui uma, mas duas vezes! Hoje de manhã às 6:40 saltei da cama. Quando o despertador tocou eu pensei, Fogo! Já!???
E depois:  Não penses, não penses, não penses,… levanta-te prepara o batido e equipa-te. Quando chegares lá fora logo começas a pensar!
E assim foi, em piloto semiautomático lá fiz o que tinha a fazer e meti-me à estrada.
Tratou-se basicamente do mesmo percurso da outra vez que foi feito mais rápido, mas só um bocadinho… uma pequenina melhoria.
Antes da sessão fiz o batidinho que desta vez resultou numa mistela composta por uma banana, uma maça, um kiwi, um cubo de espinafres, sumo de meio limão e água. Continua a sustentar-me o suficiente para não me sentir mal no treino e a tomar o pequeno-almoço mais tarde sem me sentir mal disposta.

E o resultado fica aqui como registo para quando pensar em fraquejar.

O que é que se passa com o leite?

Lembro-me de crescer a ouvir sempre que o leite era muito bom para a saúde, tinha muito cálcio, logo era bom para os ossos, muitos nutrientes e portanto bom para a saúde em geral.
Não havia dia em que a minha mãe me deixasse de casa sem pelo menos beber um copo de leite (sempre com um bocadinho de chocolate porque desde que me lembro não gosto de leite simples). Quando estava mais irrequieta à noite e não queria adormecer, bebia um copo de leite morno porque a minha mãe dizia que acalmava. Quando estava com gripe era leite quente com uma gemada. E podia continuar com exemplos do género.
Lembro de já na universidade falar com uma das funcionárias e ela me estar a comentar que o filho fumava muito, mas que pelo menos bebia litradas de leite e isso lhe limpava os pulmões.
E podia continuar com exemplos destes, porque o leite era de facto uma coisa boa. E digo era, porque pelos vistos deixou de ser. Diz-se agora que as crianças bebem demasiado leite, que o leite pode fazer mal a muita coisa, até ter influência no agravamento das probabilidades de um cancro. E isto vai contra tudo aquilo em que sempre acreditei.
Será que isto é mesmo assim? Não serão apenas lobbys a agir de acordo com interesses económicos?
Várias vezes se fala sobre a altura em que houve pagamento de subsídios para os produtores de leite reduzirem a sua produção e até a destruírem parcialmente em Portugal e recentemente falou-se em baixos níveis de produção nacional e importação do mesmo porque não produzimos o suficiente para o que consumimos. Não sei se algo do género se passou noutros países, mas esta história faz-me chegar a mostarda ao nariz.
Será apenas uma abordagem diferente para dar a volta a esta questão? Ou será que temos mesmo que ter em atenção a quantidade de leite que ingerimos?
Não sei, mas acho que ainda muita tinta vai correr sobre o assunto…

Estou triste!

Oh pá, apetecia-me tanto o feriado do costume amanhã...
Quer dizer, uma pessoa habitua-se a estas coisas e depois timba tiram-nos o docinho.
Surpresa será quando tivermos alguma melhoria, para já é só levar em cima do lombo com a austeridade, os sacrifícios, a perda de direitos e o diabo a sete e meio.
 
Para melhorar um bocadinho constatei que para além dos meus leitores portugueses de Portugal :), este blog é muito internacional... EUA, Rússia, Brasil, Ucrânia e Israel estão na lista da origem dos leitores! Uoooooouuuuuuuuuuhhhh!!! :)

Mas mesmo assim o que eu queria mesmo era o feriado! Fica aqui o registo.

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Cake design #11 - Baby Shower

No dia 20 de Outubro vivi uma nova experiência!
Pela primeira vez marquei presença num Baby Shower...
A Inês está quase a conhecer o mundo, o seu nascimento estava previsto para amanhã, mas de acordo com as últimas atualizações foi adiado para o dia 4 de Novembro.
Basicamente trata-se de um encontro de mulheres (e o meu afilhado para manter respeito) para dar dois dedos de letra, encher o bandulho e contribuir para o enxoval do rebento a caminho...
Para ajudar à missa contribui com um bolinho muito gostoso. Bolinho de limão com caramelo e que resultou nisto:



terça-feira, 29 de outubro de 2013

Mudança

Depois do investimento que fiz no fim-de-semana, hoje senti-me mesmo na obrigação de me levantar de manhã para dar uso ao equipamento adquirido.

Assim, e apesar de antes pensar que nunca seria capaz de fazê-lo hoje levantei-me às 6:45, é verdade 6:45, para ginasticar as perninhas.
Comecei por preparar um batido com coisas deliciosas (ou não) e equipei-me para uma grande mudança na minha vida.

O batido que preparei tinha uma cenoura, uma maçã, uma pera, um cubo de espinafres, sumo de meio limão e água. Resultou neste aspeto:

                                                      
Pensava que ia correr para a casa de banho para vomitar, mas por acaso soube-me bem e fiquei bem disposta.

Depois é que foi o pior, entre vestir o suficiente para não ter frio e simultaneamente não morrer abafada, colocar o cabo dos auscultadores, preparar a aplicação do telemóvel para monitorizar o treino e mais o diabo a sete e meio, saí de casa atrasada. A ideia era fazer um treininho de 30 minutos e fiz um de 20 mesmo a rasgar no horário para chegar a casa a tempo de me preparar e ir para a labuta.

O resultado não foi grande coisa, mas só tiro proveito desta experiência matinal:
- grande parte do caminho foi feito a pensar: “Não acredito que levantei para vir correr!!!”
- está um frio dos diabos, mas até estou quentinha;
- bebi uma mistura de ingredientes saudáveis e não morri;
- nem sequer me senti mal durante a prática de desporto;
- passo nenhum para a humanidade, um passo gigante para mim!


Aspetos negativos:
- como não consigo correr continuamente (corro, caminho, corro,…) sempre que me aproximo de alguém tenho a sensação de que a pessoa acha que vai ser assaltada;
- o investimento nas calças não foi o mais acertado, passei uma grande parte do percurso a puxa-las para cima, pois que mostrar o rabiosque só em privado;
- ainda não percebi onde é suposto guardar as chaves de casa... fiz o caminho quase todo com um porta-moedas pequeno na mão que continha as ditas chaves, cartão de cidadão e de dadora de sangue (caso morra ou me dê um piripaque, estou prevenida!) e 2 lencinhos de papel;
- fiquei um bocadinho triste por o tempo não ser o melhor e a distância percorrida ser pequena;
- ao contrário do que estava à espera não vi mais vivalma a correr!

Quero muito continuar… vamos ver! Pode ser que no dia da pesagem tenha a motivação necessária para o fazer…

Viagem

Toda a santa semana passada a lamuriar-se...
"Lá vou eu outra vez!"; "Mais uma viagem!"; "Já viste o que tem sido o meu último mês? Daqui para ali, sempre..."; "Não tenho vontade de ir!"...
E eu podia escrever um livro com a suas lamentações!

Ontem chegou o dia e lá foi ele uns dias para os Açores, a trabalho e bastante desanimado!
"Aproveita bem, já viste a oportunidade que é? Bem sei que é a trabalho, mas sempre dá para passear um bocadinho..." digo-lhe eu!

A meio da tarde liga-me:
- Olá, já cheguei!
- Ainda bem, correu bem a viagem?
- Correu altamente, estive no cockpit, foi mesmo espetacular! Já quase sei pilotar... ihihih!
- A sério? Como é que conseguiste isso?
- ...

À noite:
- Então sortudo, foste ao cockpit?
- Sim, foi mesmo espetacular, mostraram-nos tudo e assim... mesmo fixe!
- Bem, sinceramente até estou com inveja de ti... quem me dera...
- Não te preocupes eu tirei muitas fotos e filmei.
- É quase a mesma coisa não é?
- É... depois mostro-te!

É isto que uma mulher atura...

Outubro - mês difícil

Mal entra o mês de Outubro ouço a malta a dizer e penso para mim também:
Ok, cá vamos nós para o mês dos aniversários! É o mês da perdição total... cabeça e bolso!
Raro é o dia em que não há um beijinho para mandar, uma mensagem para enviar, um presente para oferecer.
Então esta última semana de Outubro é para acabar em beleza... assim que me lembre de repente tenho 5 aniversários a começarem amanhã e ainda, provavelmente mais uma criança que virá ao mundo no dia 31...
Tenho portanto que planear esta semana muito bem e tentar não me esquecer de mostrar a toda a gente que não me esqueci dela nesse dia!
Obrigada apps para android e facebook... :)))))))))
Mas atenção que não me estou a queixar! Também não posso... os meus pais acharam por bem fazer pontaria para eu nascer neste mês tão concorrido!

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Cake design #10 7.º aniversário do André

No dia 13 de Outubro houve a celebração do 7.º aniversário do André, um menino que ainda não conheço muito bem, mas que recentemente passou a fazer parte da minha família, uma vez que se trata de um dos filhos da minha cunhada.
Segundo me foi dito, o André é louco pelo National Geographic, adora animais e os seus brinquedos favoritos são miniaturas das várias espécies... motivo pelo qual o tema escolhido para o bolo foi a selva.
Para além disso existe também uma cadelinha chamada Nicas que foi para casa deles em Outubro (não sei exatamente de que ano). Entretanto ficou decidido que a comemoração do aniversário da Nicas seria no mesmo dia que a do André. Por esse motivo pediram-me também que pusesse alguma coisa no bolo alusiva ao aniversário da cadelinha que, diga-se de passagem, é um amor.
O resultado final foi este:


O bolo era de chocolate com recheio de morango a natas.
O que mais recordo em relação ao bolo é do D. (irmão do André) querer folha de água... :))))))))

sábado, 26 de outubro de 2013

A mudança

Hoje acordei por volta das 8horas com vontade de correr. Lembrei-me de ter lido que antes de correr devia ingerir  alguma coisa para me dar energia.  E saiu:




 Um batido com 1 maçã,  1 pera,  2 morangos e sumo de 1/2 limão. Depois foi hora de fazer um treino.  Não me queria cansar demasiado,  apenas obter o bem estar originado  pelo desporto. Já não corria há  algum tempo e piorei  o tempo,  mas agora vai ser sempre a melhorar. Resultado obtido:













sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Adoro de paixão!

Aquelas pessoas para quem ainda se está a começar a falar e dizem que não, assim, zás trás, mainada!
 
E até se pode ter começado a falar para dizer a coisa mais interessante do mundo, mas com pessoas que gostam simplesmente de ser do contra... não vale a pena!

Paozão

Aqui está uma coisa que toda a gente tem apreciado, até o meu irmão e isso é um veidadeiro feito!
 
Isto resume-se basicamente a fazer um pão e depois meter lá para dentro tudo aquilo de que gosto. :)
 
O tipo de pão que mais opto por fazer é o rústico. Uso o preparado da Nacional, junto água morna na máquina de fazer pão e selecciono o programa massa.
 
Quase 2 horas depois é altura de dar o corpo ao manifesto e amassar mais um pouco a massa e estende-la e depois vem a fase da javardice!!!
No que vou mostrar na foto optei por: fiambre, bacon, mortadela e paio.
Depois espalhar queijo mozarella por cima, oregãos e agora o momento da revelação... podia optar por ketchup normal, mas adoro o mediterrânico da Calvé e ultimamente é por este que tenho optado e também junto um pequeno fio de azeite a esta mistura.
 
 
A fase seguinte é enrolar tudo, pincelar com uma gema de ovo e no último que fiz também polvilhei com oregãos.
Vai ao forno a cozer a 190ºC até ficar estaladiço e cozido por dentro.
 
 
E já ia uma fatia para lanche do meio da manhã!

Acordar num instantinho

Descer no elevador para mais um dia de trabalho, com vontade de voltar para cama... apenas com o facto de ser 6ª feira como elemento motivador para me meter no carro e fazer o percurso até ao escritório. E ainda meio a dormir...
 
Até a porta do elevador se abrir e ouvir o cão da vizinha de baixo e estrebuchar e capaz de se atirar ao que se mexesse... acordei num instante! Alerta e pronta para correr a qualquer momento...

Miley Cyrus - Wrecking Ball



Alguém me consegue explicar o que se passou na cabeça da menina para fazer este videoclip?
Tanto querem fazer que, na minha opinião, perdem a noção do ridículo...

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

I did it!

A menina  hoje portou-se muito bem!  ;-) Acho que vou começar  a publicar no blog os meus objetivos desportivos porque assim acho que me sinto mais obrigada a cumpri-los...








Oh yeah!!!

Planos furados

Ele diz: Fi, 5.ª feira tenho jogo de futebol.
Eu: Ok, ainda bem... tanto tempo sem marcarem! Têm de voltar aos jogos, senão perde-se o hábito e nunca mais.
Ele: Também acho, esta semana tem mesmo de ser!
 
Nos entretantos a je planeia aproveitar o tempinho do marido fora para dar uma corridinha, fazer uma aulinha de Zumba na companhia da PS3... coisas...
 
Ontem,
Ele: Amanhã já não deve haver jogo!
Eu: Então porquê? Ainda no outro dia tanta vontade e hoje nada?
Ele: Em princípio não há jogadores suficientes.
Eu: Que bando de preguiçosos! Esta malta não sabe que faz bem?
Ele: Por acaso estou com pena, tinha mesmo vontade...
 
E pronto... agora vamos lá ver entre corridas, aulas, jantar e mais não sei o quê... o que é que vai sobrar!
Decidi vir cá escrever isto, para me obrigar a fazer alguma coisa independentemente do marido ir jogar futebol ou não, mas com ele em casa a coisa complica.
 
Mas esta coisa de me furarem os planos, não gosto nada. A verdade é que também não costumo planear muito, já percebi que não vale a pena, mas mesmo assim quando uma pessoa planeia cheia de vontade uma coisa e depois dá nisto...

Declaração

Face ao que tenho lido em alguns blogues há algum tempo queria só dizer:

Eu gorda por minha culpa! Minha, só minha e de mais ninguém!

Efeito panela de pressão

Aquela sensação de ter tanta raiva e frustração acumuladas que dentro mim sinto tudo a borbulhar...
Tentar, tentar e tentar e estar sempre a dar com a cara na parede! Gostava que algumas pessoas fossem capazes de abrir um bocadinho os olhos e ver para além delas próprias.
Entretanto vou fervendo tal e qual como uma panela de pressão, tentando aguentar tudo cá dentro enquanto esta porra vai cozendo.
Faz alguma coisa para acalmar isso! (Grito eu para mim própria!)
Pois...
- podia sempre comer como se não houvesse amanhã, mas neste momento tento combater essa compensação;
- podia correr, sinto a falta do vento na cara e as pequenas (grandes) metas que vou atingindo ao longo do tempo, mas já deu para ver como o tempo está?
Portanto acumula que acumula... quanto tempo terei até tirar aquela pecinha que faz com seja libertado todo o vapor acumulado dentro da panela? Espero que aconteça com a pessoa certa e tenha consequências construtivas, porque para continuar assim... raisparta!

Por falar nisso, ainda falta muito para o fim-de-semana???

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Pedido

Peço a todos os utilizadores de casas de banho públicas a mesma utilização que dão às suas próprias casas de banho em casa.
Só espero que seja uma boa ideia porque não sei exatamente em que situação algumas pessoas gostam de deixar a sua própria casa de banho!
Não sou paranóica das limpezas, nem pouco ou mais ou menos, mas faz-me confusão este gosto que algumas pessoas têm por pocilgas...

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Experiência do fim-de-semana

Na 6.ª feira foi dia de compras de supermercado e entre as coisas que constavam da lista previamente feita, não estava um preparado para um bolo de chocolate da Royal que entretanto descobri.
Mas como é coisinha que faz mal e sabe muito bem, claro que a menina estava no supermercado e lembrou-se que gostava muito de experimentar e mais recente inovação boleira.
Lá me dirigi ao corredor dos preparados para bolos e depois de uma municiosa análise aos artigos disponíveis descobri que o referido preparado não se encontrava disponível...
Mas os olhinhos tinham logo de bater em alternativas, sendo que uma delas foi vítima de experiência durante o fim-de-semana:




Brownie com cobertura de Oreo pareceu-me uma excelente alternativa e no sábado dediquei-me.
 
 

Para além do preparado a embalagem trazia a cobertura separadamente e surpresa das surpresas, a forma para ir ao forno.
 
É preciso apenas juntar água, um ovo e manteiga... e voilá:

A desilusão foi o tamanho da coisa... dá para 4 retângulos pequenos que nos deixa a ansiar por mais, mas por outro lado é uma forma de cometer um pecado sem ser um pecado muito grande!

Cereja no topo do bolo (ou do brownie): umas natinhas polvilhadas com canela a acompanhar.


 

A culpa é minha, assumo

Como é que determinados comportamentos de uma pessoa, depois de repetidos várias vezes continuam a ser surpresa!?
Porque é que continuo a ter aquela sensação de murro no estômago!???
A culpa é minha, eu sei, por não adequar a minha expetativa à realidade, mas fico sempre com esperança de que as coisas mudem, que as pessoas abram os olhinhos e vejam aquilo que está à frente delas.
Um dia houve alguém que me disse: "Ès mesmo ingénua S.!"
Ouvi isto há cerca de 4 anos atrás e lembro-me perfeitamente da pessoa que mo disse e em que circunstâncias e até hoje não consegui esquecer.
Existem alguns pequenos momentos que passam a fazer parte de nós, apesar de acreditar que a pessoa em questão nem sequer faz a mais pequena ideia de mo ter dito.
 
Depois existem momentos como este em que tenho de dar o braço a torcer... sou de facto ingénua! Acreditar no bom senso de pessoas que raramente mostraram te-lo face a situações idênticas.
 
Mas um dia... ainda vou acordar!

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Que raio

de 2.ª feira mais difícil... irra!

Alguém me arranja uma cama e uns comprimidos para esquecer?

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Frase para refletir no fim-de-semana

"A dor é inevitável, mas o sofrimento é uma opção" (in Auto-Retrato do Escritor Enquanto Corredor de Fundo, de Haruki Murakami, Pág. 9)

Cake design #9 Batizado da Carolina

Foi no dia 7 de Setembro... um dia de sol, com todos ingredientes na medida certa para um momento tão especial na vida da pipoquinha... isto até o Sr. Padre achar por bem molhar a cabeça à criança!
Quem é que tu julgas que és para me andares a deitar assim água na cabeça, por-me óleos e mais não sei quê??? E depois queres fazer as pazes??? Nananinana...
Devem ter sido estes os pensamentos da minha afilhada, que esteve lindamente à altura do acontecimento e nos presenteou com momentos especiais ao longo do dia.
Não há palavras para descrever a alegria e orgulho que tenho por ter um papel com esta importância (atenção que para mim é MUITA!!! :) ) na vida desta menina que me conquistou ainda na barriga da mamã...
E também fez parte deste dia um bolinho feito por mim! Sei que não prima pela perfeição, mas sim pelo carinho e atenção...
Para mais tarde recordar:





O bolo era de frutos do bosque com entremeio de bolo neutro e recheio de frutos silvestres alternado com natas.

Matchbox Twenty - If You're Gone



Uma musiquinha para o fim-de-semana!
Espero que gostem tanto como eu...

Vizinhos

Tal como em tudo, existem as pessoas que sabem qual é o seu lugar, ou seus direitos e obrigações, e outras que simplesmente acham que todo o mundo deve adaptar-se a elas.

No meu prédio quase todos os moradores são pessoas porreiras, com exceção de dois ou três (acho que são exatamente três) vizinhos que acham por bem agir com total desrespeito pelos outros.

Após várias reuniões do condomínio (em que naturalmente nenhum dos acima mencionados nos dá o prazer da sua presença) e outros tantos telefonemas para a empresa gestora do condomínio, lá foi afixado um papelinho com um conjunto de regras. Regras essas que nem sequer deveria haver necessidade de passar a escrito, se o bem senso reinasse por aqueles lados.
 
Uma dessas regras é mais ou menos o seguinte:
No caso de ter animais, ter atenção aos dejetos dos mesmos, mantendo o espaço exterior devidamente limpo e os jardins cuidados.
 
Acho ridícula a necessidade de dizer aos donos dos animais, atenção que o cocó que o seu cão faz tem de ser retirado por si!
A verdade é que o espaço exterior do condomínio onde vivo parece um campo minado ou uma pintura muito mal feita... porque aquilo ao longo do tempo vai mudando de cor e altera o efeito!
Existe sobretudo um vizinho (que faz parte dos três acima mencionados) cujo cãozinho está constantemente a dar asas ao funcionamento do seu intestino nos jardins... e o dono acha por bem deixar os presentinhos do cão devidamente espalhados. Tanto eu como o RP já pisamos acidentalmente uma dessas prendas e ficamos com aquela fúria do raisparta os porcos dos vizinhos pá!
Adoro animais e sobretudo cães e nestes momentos toda a nossa fúria e raiva são obviamente direcionadas para os donos, nunca para os animais que não tem absolutamente culpa nenhuma.
 
Mas hoje teve lugar um acontecimento invulgar e surpreendente!
Quando saí do prédio e me dirigi para o carro para ir trabalhar, cruzei-me com a dita vizinha que andava a passear o cão, mas a senhora quase correu ao cruzar-se comigo. Como não percebi, não liguei nenhuma.
Depois passei pelo jardim onde o cão já andava a fazer das suas... e eu pensei, pois, pois, pões-te a correr como quem diz "Olhos que não veêm, coração que não sente!".
Meti-me no carro e quando vou a sair eis que me deparo com a vizinha de saquinho na mão a baixar-se e a limpar o que o seu cão sujou. Ei lá!!!!!!! Muito bem!
 
Apetecia-me abrir o vidro e dizer, muito bem, devia ser sempre assim, dar um estímulo positivo, mas ela só fez aquilo porque eu sou grande e assustadora! Oh yeahhhh!!!
Já vi inúmeras vezes o desprendimento destes donos face a esta situação, mas pelos vistos reagem a fiscalização.
Aposto que se ela não me visse, aquilo ia lá ficar, mas como me viu tratou de dizer que é uma dona muito aprumada...
 
É triste vivermos num país assim! O erro não é fazer o errado, mas sim ser apanhado... onde é que vamos parar?
 
Aqui está um belo exemplo de uma conversa de merda!

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Cake design #8 Aniversário do afilhado

No dia 16 de Agosto o Diogo completou 4 aninhos de vida! A vida passa a uma velocidade impressionante e cada vez que chega um dia como o 16 de Agosto é impossível deixar de pensar: Caramba, ainda ontem andava ao colo, era bebezinho e agora está um homenzinho!
Este menino tem naturalmente um lugar especial no meu coração. Apesar de não estar com ele tantas vezes quantas queria/devia gosto de pensar que ele sabe que sou a madrinha dele com tudo o que isso implica.
Tal como no ano anterior fiz-lhe um bolinho com que ele vibrou e cujo sorriso me ofereceu fez valer a pena o trabalhinho:



Como a minha comadre (mamã do Diogo) está à espera de uma Inês decidi fazer um dos bolos que a pré-mamã mais gosta: Bolo de noz com recheio de creme de ovo.

Livro - Frase para os homens

"O inferno não tem fúria maior do que uma mulher com um corte de cabelo que pensa que nos desagrada." (in Do céu, com amor,  Pág. 309, Michelle Holman)

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Livro - Frase do dia

"Quando vemos pegadas de cascos, convém pensar logo em zebras." (in Irresistível, Jessica Bird - Pág. 119)

terça-feira, 15 de outubro de 2013

70 dias

Para quem ainda não reparou, faltam 70 dias para o Natal! OMG!!!

No fim-de-semana fui ao shopping e deparei-me com montras já decoradas de acordo com a época natalícia e pensei:
A crise é tanta que chegam ao ridículo de decorar as montras com tanta antecedência... A ver se ajuda ao negócio...

Mas a verdade é que já não falta tanto quanto isso! Daqui a nada é época de fazer listas, planear, convidar, preparar,... para já sinto-me muito preguiçosa. Vamos ver se melhora daqui até lá.

Benditos sejam

Os equipamentos electrónicos! Quando estamos num sítio onde não conhecemos ninguém, nem nos sentimos minimamente à vontade, um equipamento em que até podemos aproveitar para adicionar um post ao nosso blog dá sempre jeito! :)

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

31 anos

E mais um ano para trás das costas. Sinceramente parecem pesar-me mais os 31 do que os 30.
 Mas o que realmente interessa é que tive um dia muito bom, estive com os meus afilhados (que adoro de paixão), tive surpresas maravilhosas e muitos sorrisos à mistura.

Também senti a falta de algumas pessoas com as quais não tive oportunidade de estar, mas é bom sentir o coração quentinho por estar rodeado de amor, amizade, carinho e todas essas coisas que tenho a sorte de possuir em larga medida.

Obrigada a todos os que tigeram presença (física ou não) neste 12 de Outubro de 2013.

Para variar, este ano achei por bem fazer o meu próprio bolo de aniversário. Bolo de nozes recheado com crocante e coberto com natas e raspas de chocolate:








sábado, 12 de outubro de 2013

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

É tão bom...

ajudar uma colega e numa reação espontânea de gratidão receber os beijinho!
São estes momentos que tornam os nossos dias melhores.

Cake design #7 Casamento do brother

No dia 13 de Julho o meu irmão decidiu dizer o sim na praia, frente à conservadora, ao lado da mulher que escolheu ter e rodeado por pessoas que gostam deles e que lhes desejam tudo de bom na nova fase que inciaram.
Num casamento que primou pela simplicidade e genuinidade dos sentimentos por parte das pessoas presentes, houve lugar para o bolinho que fiz com muito carinho.

Sem dúvida que os bolos que faço ficam aquem em termos de perfeição, mas não haveria pastelaria ou pasteleiro que fizesse um bolo com tanto carinho e amor como este feito por mim!

Bolo de chocolate com entremeio de bolo neutro e recheio crocante intercalado com morando e natas.

Desejo que a doçura deste bolo seja uma amostra do melaço da vida desta nova família!

Gosto mesmo

duma quarta-feira com sabor a sexta!

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Agradecimento

Queria só agradecer ao senhor de camisola preta com letras amarelas que passou ontem por mim a correr, enquanto eu tentava permanecer a fazer o mesmo e me disse:
"Vamos lá! Força!"
E pronto, cansadinha fiz o percurso até casa com um sorriso na cara! Estes pequenos gestos não deixam de me pasmar.

Por isso obrigada senhor da t-shirt preta com letras amarelas... de certezinha que vai passar aqui e vai ficar satisfeito com a lembrança.

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Para não haver dúvidas

Visita aos meus pais... grande surpresa!
Sentada num cadeirão lá disponível a conversar algo me chama a atenção! E foi um momento bonito, muito bonito. O momento em que me identifiquei com aquele objeto:

Está mesmo bonito! É por estas e por outras que tenho tanto orgulho no meu coração portista.
Dou cor aos dias cizentos daqueles que me rodeiam! A cor predominante é o azul, um azul lindo que só lembra festejos e muitas vitórias.

Planos furados!

Nesta segunda feira que bem que podia ser domingo novamente... balanço do fim-de-semana!
Não correu nada de acordo com planeado, mas não me posso queixar!
 
Entre uma ida ao cinema (ver o "Rush" que aconselho vivamente), tratar de mim e da casa e uma corridinha (vá... uma caminhada com tentativas de corrida pelo meio) tive um fim-de-semana bem passado!
 
Momento alto: domingo de manhã quando fomos tentar correr! Estar a correr e lembrar-me perfeitamente de sair de carro ao domingo de manhã e ter "inveja" daqueles que andavam a correr ou de bicla. A diferença é que desta vez, enquanto andava a tentar ultrapassar os meus limites físicos, a deitar os bofes, nem por um momento tive inveja daqueles que andavam de rabinho refastelado no carro.
 
Têm sido verdadeiros momentos de libertação... tão bons!
Sentir o sol no rosto, aquela brisa que passa de vez em quando, conseguir atingir uma meta de corrida... pequenos pormenores que quando recordo me fazem sorrir!
 
Que seja o presságio de uma semana com mais tentativas! Posso nem sempre conseguir, mas o mais importante é tentar!

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Agradavelmente surpreendida

Nos dias que correm é muito raro ser surpreendida pela positiva.
Talvez o nível de expetativa seja muito elevado...
Costumam dizer que para sermos surpreendidos pela positiva devemos manter a expectativa muito baixa!

Neste caso não tinha expectativa nenhuma relativamente a uma pessoa e fui muito supreendida. Uma palavra simpática, uma resposta a uma questão colocada, apenas à espera de silêncio como resposta, tem como consequência um sorriso simples, mas ainda assim cheio de significado.

Ainda existem pessoas que conseguem ver para além de si próprias!
No mundo em que atualmente vivemos, é de facto supreendente...

Sugestões para o fim-de-semana

Qual o petisco mais associado à Invicta? A tão famigerada Francesinha!
E está a decorrer desde o dia 3 até ao dia 13 de Outubro um Festival da dita cuja:
Localizado bem no centro do Porto, mais precisamente na Praça D. João I um conjunto de alternativas para experimentar uma coisinha que vai sempre bem. Mais informações aqui:

E já que falamos em comida, este fim-de-semana temos outra alternativa, o Mercado de Sabores. Começa hoje e até Domingo temos uma junção de comida com cultural (musical) perfeita. O bilhete tem um custo de 3,00€.
Na Alfândega do Porto, um local muito propício a este tipo de acontecimentos:


 
 
Mais informações aqui:
 
 
Por último, no Domingo, dia 6 de Outubro, em Serralves temos da Festa do Outuno.
O início desta festa está marcado para as 10 horas e termina às 19. A entrada é gratuita e também me parece uma boa sugestão.


 
 
 
Comparativamente com Lisboa, a cidade do Porto tem uma oferta cultural muito menos abundante. Somos sempre preteridos, pelo menos é a sensação que tenho (e imagino que noutras cidades este sentimento seja muito mais agravado).
Independentemente disso, muitas vezes sei de alguma coisa que se passou tarde demais. Iniciativas em que gostaria de estar presente, mas por desconhecimento perdi a oportunidade.
Para evitar que aconteça a outros, vou tentar ir partilhando algumas sugestões!
 

Cake Convite para casamento

No dia 15 de Junho lá fomos nós... os da vida airada! Oito anos depois de terminarmos o curso conseguimos manter uma relação de amizade e apesar de os encontros não serem tão frequentes quanto o desejado, sempre que nos juntamos temos aquele espírito familiar tão característico deste grupo!
 
O fim principal deste encontro foi o convívio, mas também a oportundiade de conhecermos a casa do meu afilhado e na altura da sua noiva e também o convite oficial para o casamento que se realizou no dia 27 do mês seguinte.
 
O meu contributo para este encontro foi, como não poderia deixar de ser, um bolinho:



O amor foi a base :) pelo que me lembro acho que este bolo era de chocolate com entremeio de caramelo, acho que o recheio era de frutos silvestres e a cobertura de chocolate negro.
Tive receio que ficasse enjoativo, mas no conjunto acho que resultou bem!
Foi mais uma experiência.
Desse jantar guardo boas memórias!!!
 

Pedido

Ontem tive uma experiência muito triste... quando ia a caminho da casa dos meus pais passei por um cãozinho que tinha acabado de ser atropelado por um carro que tinha passado por ele pouco tempo antes de mim.
O cão não estava morto e descrever mais a imagem ainda demasiado presente na minha memória é desnecessário.
Com isto, e apesar da voz deste blog não ser nenhuma, queria pedir que não abandonassem os vossos animais.
Aquilo que vi ontem incomodou-me verdadeiramente e o abandono de animais deveria ser considerado crime, sendo aplicada a respetiva sanção.
Todos os dias vemos comportamentos inadmissíveis entre pessoas (pais e filhos, alunos e professores, velhos e novos,...) e todos os dias vemos uso indevido dos animais (como se fossem acessórios de moda, lutadores de alta competição, ...) e sinto que muito valores se estão a perder.
Não há respeito pelas pessoas, pelos animais, pela natureza, por nada!
Com esta perda de valores não sei onde as coisas vão parar.
 
Fica o pedido!
 
 

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Cake 65.º aniversário - Mãe

Finalmente a idade da reforma! Depois de muito tempo com o coração nas mãos porque não se sabia para quando a alteração da data da reforma, no dia 12 de Junho lá chegou o 65.º aniversário da velhota!




Bolinho simples, porque o tempo também não deu para mais! Aquele M e o J (de Maria José) estão piores que o Deus me livre... mas foi feito com carinho e no final é isso que conta!
 
 

Já viram a capa da Sábado desta semana?


Tão fofa!!! Também queria um, mas o marido não alinha...

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Cake - Páscoa 2013

Sei que este bolo foi feito pela altura da Páscoa e foi também o dia em que tive oportunidade de conhecer a minha cunhada e seus rebentos!
 
Tentei fazer alguma coisa que as crianças gostassem, mas a bonecada ganha sempre numa competição com os sabores do chocolote, lasanha ou que quer que seja.
Principal memória: a forma desenfreada como o D. queria provar a pasta de açúcar de uns bonecos que tinha lá em casa feitos num workshop.



Bolinho de chocolate com recheio de morango e natas

Foi o dia em que conheci três pessoas que atualmente fazem parte da minha família.
A vida dá muitas voltas, mas o mais importante é a felicidade daqueles que amo. Posso não concordar com determinadas ações e até vejo algumas coisas de uma forma diferente, mas o mais importante é a família.
 

Cake - 66º aniversário Pai

Sinceramente não me lembro do bolo que era... teria provavelmente recheio de natas com cobertura do mesmo... um bolo simples, mas feito com carinho para o meu papi:

Bolo - 1/Abril/2013
Tendo em conta que foi feito em Abril tenho sorte em me lembrar de para o que foi!
Assim fica aqui para não me esquecer!

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Vício

Quando era pequenina, não acabada de nascer, mas pequena de qualquer forma, um dos meus passatempos preferidos era ler.
Entretanto os anos foram passando e por ter outras ocupações, nomeadamente faculdade, trabalho, mais tarde a casa, fui deixando de utilizar o meu tempo para este pequeno prazer. Lia um ou outro livro, mas verdade seja dita, também contribui para a descida de aquisições de livros que se tem verificado nos últimos anos.
 
Mas o bichinho que ficou durante algum tempo adormecido por motivos diversos, foi acordado (eu diria até demasiado) há relativamente pouco tempo.
Por muito que me custe a admitir, mas talvez pela fácil leitura (demasiado fácil e pouco enriquecedora diria) a trilogia Cinquenta Sombras de Grey estimulou novamente o hábito de leitura.
Grande problema: este hábito é agora um vício!
 
Quase todos os dias vejo livros que quero comprar, pesquiso promoções para adquirir ao melhor preço possível e todos os minutinhos livres que tenho são para matar a traça da leitura.
 
Chatice: quando o marido acha que estou a exagerar começa a comer-me o miolinho...
 
A verdade é que a minha leitura, maioritariamente de romances, me leva para outros lugares, outras épocas, outros ambientes, em que sou uma espectadora a ver um filme feito à minha medida. Durante o tempo em que leio abstraio-me da realidade e páro de pensar no trabalho, nas contas, no peso, na casa, na roupa... sou apenas a pessoa que tem o privilégio de ver em primeira mão aquela história, como só eu a posso ver!
Bom, bom, era que os livros fossem um bocadinho mais baratos! Era possível enriquecermos o nosso intelecto sem empobrecermos o nosso bolso...

Como tenho tantos, tantos leitores aproveito para avisar que hoje: