Páginas

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Balanço 2011

Muito provavelmente o último post de 2011... e hoje lembrei-me, que tal acabar o ano com os objectivos estabelecidos em 2010 para este ano que está quase terminado? Bom ou mau, aqui fica... os objectivos que defini para 2011:

- aproveitar mais a vida, dando valor às coisas boas e desvalorizando as más;

- na realidade este foi o meu primeiro pensamento, mas não pode ser a principal prioridade - perder peso;

- fazer trabalho voluntário. Acho que depois de passar muito tempo a pensar nisso chegou a altura de deixar de pensar e começar a actuar. Temos tanto e um pouco do tanto que temos pode ser muito para muita gente (espero que o marido acompanhe!);

- comprar casa... não é que seja uma GRANDE vontade minha, mas tem de ser;

- fazer o que estiver ao meu alcance para manter um bom relacionamento com os que me rodeiam, especialmente amigos e familiares mais próximos;

- a nível profissional... sem comentários...;

- melhorar a organização e planificação das actividades domésticas;

- curtir a vida que também faz muita falta!

Agora com comentários...
 
- aproveitar mais a vida, dando valor às coisas boas e desvalorizando as más - por muito que queira existem certas coisas que simplesmente não consigo pôr de lado. Acredito que haja pormenores da vida que para alguns sejam completamente indiferentes e para outros não. Por muito que não queira há coisas que me tiram do sério e que simplesmente não consigo ignorar... é para continuar a melhorar!


- na realidade este foi o meu primeiro pensamento, mas não pode ser a principal prioridade - perder peso - então aqui meus amigos, nem vale a pena comentar... então com o andamento dos últimos dias, este apetite insaciável... estou feita! Para melhorar MUITO, porque por este caminho....


- fazer trabalho voluntário. Acho que depois de passar muito tempo a pensar nisso chegou a altura de deixar de pensar e começar a actuar. Temos tanto e um pouco do tanto que temos pode ser muito para muita gente (espero que o marido acompanhe!) - também não! Devo ser muito estúpida a definir objectivos para um ano... para já não cumpri nenhum! Algumas tentativas, alguns contactos, mas também por muito triste que possa parecer contactei associações para obter informações e não me deram resposta... será que é em 2012??? Já não digo nada... mas queria muito!


- comprar casa... não é que seja uma GRANDE vontade minha, mas tem de ser - pelos vistos basta não querer muito uma coisa e ela concretiza-se! É verdade, já temos a nossa casa que aos poucos e poucos vai ficando ao nosso gosto... Um visto que posso fazer na lista! Ufa...


- fazer o que estiver ao meu alcance para manter um bom relacionamento com os que me rodeiam, especialmente amigos e familiares mais próximos - acho que cumpri, mas não sou a melhor pessoa para comentar! Alturas em que magoamos os que mais gostamos, dizemos coisas que não devíamos e sem pensar, mas acho que tento ser boa pessoa, apesar do RP dizer que sou uma peste... a melhorar!


- a nível profissional... sem comentários... - consegui fazer o exame de admissão à OTOC e fui bem sucedida! Uma alegria de atingir um objectivo que há muito me tinha proposto e há muito andava a adiar... mais um passinho num percurso que sinceramente não sei como se revelará no futuro!


- melhorar a organização e planificação das actividades domésticas - aqui é para esquecer, esquecer mesmo! Os horários não ficaram mais facilitados, o acréscimo de trabalho é grande e a gestão de tempo não é o meu forte! Definitivamente a melhorar...


- curtir a vida que também faz muita falta - nem esta... oh valha-me deus! Muito trabalho, preocupações, dores de cabeça não permitiram curtir a vida como devia ser. Tive momentos muito bons, mas olho para trás e vejo um ano de muito trabalho e sacrifício. A melhorar...

Acho que posto isto, não vale a pena definir objectivos para 2012! Se conseguir atingir os de 2011 já vai ser muito bom... Espero começar 2012 com uma bebedeira, acho que é a entrada com o pé direito que estou a precisar!
Espero ter uma melhor reportagem fotográfica da passagem de ano do que do Natal!

Sejam felizes e atinjam todos os vossos objectivos!

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Bombons

Com o Natal passado e uma reportagem fotográfica muito fraquinha à vista é melhor seguir em frente!
Fiz um bolo cheia de vaidade, pedi ao marido para tirar fotos, mas nééééééé! Fotos da mesa e dos doces??? Nééééé...
Posto isto, tenho de me limitar ao que já existia antes do Natal e partilhar as fotos do bolo que fiz num workshop de modelagem de pasta de açúcar...






E nesta contagem descrescente para o Ano de 2012 nada como uns

Bombons

para adoçar a boquita... e tão gulosa que ando... como tudo o que aparece!

Os que fiz levaram:
- chocolate de leite
- nozes partidas em pedacinhos.

Derreter o chocolate em banho maria ou no micro-ondas (de 15 em 15 segundos dar uma mexidela).
Numa forma de bombons pôr uma pouco de chocolate derretido, uns pedacinhos de noz (ou outro ingrediente a gosto e cobrir com chocolate.
Vai ao frigorífico a solidificar e fica assim:




Sinceramente não me lembro se comi algum, os ratos (ou o rato) lá em casa...

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Maçã assada

Num dia em quase tinha que mandar vir a grua para me tirar da cama, aqui fica uma receita muito simples mas gostosa:

Maçã assada

- Maçãs;
- Mel;
- Canela em pau.

Num tabuleiro de ir ao forno colocar as maçãs depois de lhes tirar o caroço.

Dentro do orifício colocar mel e um pau de canela em cada maçã.


Vai ao forno até ficar com uma cor dourada. Esqueci-me de tirar foto depois de pronta, mas acho que deu para perceber a ideia.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Bacalhau de despedida de Natal

Mais um Natal passado e mais uma receita de bacalhau.
O bacalhau cozido é das partes mais difíceis, mas uma alternativa como a que hoje mostro sabe bem...
Não sei como lhe chamar e por isso vai ficar:
Bacalhau de despedida de Natal

- 1 frasco de grão cozido;
- bacalhau;
- 1 cebola;
- alho;
- azeite;
- broa;
- grelos cozidos.

Começar por refogar um pouco o bacalhau em cebola, alho e azeite.
Simultaneamente saltear os grelos cozidos em azeite e alho.
Num tabuleiro de ir ao forno dispôr pela seguinte ordem:
- grão de bico cozido e escorrido;

- grelos salteados;



- bacalhau refogado (atenção para não cozinhar em demasia!);


- broa esfarelada a tapar;

- um fio de azeite para terminar.


Levar ao forno até a broa ficar com uma cor dourada.


quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Feliz Inverno

1.º dia de Inverno...

1ª prenda

e gostei tanto... mais algumas para experimentar ihihih!

Depois de muito pensar... eu queria mesmo, mesmo, mesmo... de prenda de Natal era um cãozinho pequenino e verdadeiro! Sim RP, porque se me apareces em casa com um de peluche... vamos ter chatices!
Sei que não vou ter, mas se há coisa que se pode fazer nesta altura é sonhar...

Mas o que mais interessa é que vou ter a casa com pessoas de quem gosto muito... o que me vai incutir um espírito natalício...

Para já penso muito no que não tenho, ou melhor, uma pessoa que não vou ter comigo... mas também penso numa das melhores notícias que recebi este ano... muito recentemente! Que rico sorriso que me causa apenas pensar nisso...
Estas coisas boas... são as que devemos valorizar verdadeiramente!
Ver os nossos amigos felizes, a nossa família com saúde... a possibilidade de estarmos todos juntos... e isso, a crise por maior que seja, não nos pode tirar... a felicidade de viver estes momentos!

A lenha

Receita para um óptimo almoço:

- um grupo de amigos 5 estrelas;
- um restaurante diferente;
- um dono caricato;
- uma comida deliciosa (para aprecidadores...).

Entre posta, fralda e outras coisas que tal, uma rica refeição! Com muitas e boas gargalhadas à mistura, que mais se pode pedir?

O nome do restaurante: A Lenha
Verão de 2011 - nada como falar de uma boa experiência de Verão no primeiro dia de Inverno!

A comida...


O serviço é completamente personalizado... não é que tinha lá ido a primeira vez há vários meses atrás e o sr. lembrou-se logo que eu gostava da carne muito bem passada!

Mais um serão para ficar na memória... ainda me rio tanto à custa deste almoço...

Para quem quiser experimentar:
não sei mais informações... mas o que sei é que é melhor reservar, porque independentemente de ter muita gente ou ninguém... quem não marcar vai ter sérias dificuldades em lá entrar e ninguém quer ficar na lista negra deste amistoso senhor!


quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Uma musiquinha para alegrar a alma!

Num dias em que mais um herpes está a decidir surgir no meu lábio, isto quando ainda estou a recuperar do anterior, nada como uma musiquinha para alegrar a alma!

A última do vídeo do meu casamento...


O tempo vai, o tempo vem

Como a verdade e o mar
O mundo dá o que o mundo tem
A liberdade e o luar
E o brilhar
O céu não nasce azul, não
E um pássaro voou
Deixem que esta mão se bata por mim
Já não há razão pra que nada seja assim
Não é a dor que é cruel
É o amor que rasga a pele e
Grita, sente, o meu corpo junto ao teu até morrer
Prende, quente, o meu rosto de guerreira e de mulher
Grita, sente, o meu corpo junto ao teu amanhecer
Prende, quente, o meu corpo junto ao teu até morrer

(Grita, sente) de guerreira e de mulher
(Prende, quente) junto ao teu até morrer
(Grita, sente) de guerreira e de mulher
(Prende, quente) junto ao teu até morrer
(Grita, sente)

Grita, Sente - Diana Bastos

Dez coisas que só os maus chefes dizem!

Recebi um mail com este texto e pareceu-me muito bem partilha-lo!
Trata-se de um publicação no jornal Dinheiro Vivo, edição de 16/12/2011 e há muita malta que a deveria ler...

Ajuda, encorajamento e confiança são termos estranhos aos maus chefes. Agarrados aos pequenos poderes, vêem a posição que ocupam como um meio de se afirmarem perante os outros, a maior parte das vezes em detrimento de um melhor ambiente de trabalho e maior produtividade. Aqui ficam as dez piores coisas que os maus chefes são capazes de dizer. Amiúde.

1. Se não queres este trabalho, há mais quem queira. Os bons chefes sabem que o sucesso dos seus negócios passa, principalmente, pela existência nas empresas de bons recursos humanos. Por isso, fazem o possível para se rodearem pelos melhores, estimulando-os. Já os maus gostam de lembrar constantemente quem são eles quem manda e que num minuto arranjam outra pessoa para fazer determinado serviço.

2. Não lhe pago para pensar. Isto é o que costuma dizer um mau chefe quando despreza uma ideia sugerida por um empregado. Geralmente, são pessoas que não sabem funcionar em equipa e terminam a discussão com algo do tipo “faz o que te digo e mais nada”. A vida é muito curta para trabalhar com alguém que pensa assim.

3. Não o quero ver nas redes sociais no horário de trabalho. Os grandes chefes há muito perceberam que o relógio não pode determinar a forma como se trabalha. Actualmente, os trabalhadores qualificados vivem, dormem e comem no trabalho. Cada vez mais lhes sobre pouco tempo para a vida familiar, mas como não são robôs precisam de intervalos durante o dia para ver o que se passa pelo Facebook ou as últimas novidades à venda no eBay. Os maus não percebem isso. Acham que é apenas o lazer a sobrepor-se ao trabalho. O que está errado.

4. Vou ter isso em consideração. Há expressões que nunca usamos na vida real, só mesmo nos negócios. O “vou ter isso em consideração” significa, para um mau chefe, algo como “vai morrer longe e não voltes a dirigir-me a palavra sem eu o solicitar”. Dito de outra forma: “Não vou fazer nada do que sugeriste e quero que fiques a saber que as tuas opiniões para mim valem zero”. Acaba por dar mau resultado.

5. Quem te deu autorização para fazer isso? As pessoas que vivem obcecadas com as hierarquias e as autorizações superiores devem ser evitadas a todo o custo. Não contribuem para a produtividade e têm uma visão carreirista do trabalho. Quem chefia desta forma é, regra geral, avesso à inovação e à capacidade de resolver os imprevistos no momento.

6. Pára o que estás a fazer e pega nisto imediatamente. Os bons chefes usam esta premissa muito ocasionalmente e apenas em situações de verdadeira emergência. Os mais fracos fazem-no todos os dias, esquecendo as dúzias de tarefas que já ficaram para trás por causa destas ordens...

7. Não me tragas problemas. Traz soluções. Este princípio tem origens nobres, ancoradas da percepção de muitas empresas de que os seus funcionários podiam contribuir activamente para a resolução na hora de problemas que surgem todos os dias. Mas para os maus chefes, esta expressão significa “não me chateies. Cala-te a arranja-te”, mesmo que o funcionário em causa não tenha as qualificações exigidas para solucionar o problema.

8. Parece-me que isso é um problema pessoal. Quando um chefe não consegue identificar determinados comportamentos que podem pôr em causa a harmonia no local e na equipa de trabalho e identifica algumas situações como “problemas pessoais”, pode estar a arranjar um caso bicudo. Quem lida com pessoas deve saber onde está a fronteira entre o pessoal e o profissional e, mais importante, quando se cruzam. Um chefe que não tem essa perspicácia demonstra pouca capacidade de liderança.

9. Tenho algo a dizer-te… e toda a gente pensa o mesmo. Os bons chefes sabem o momento exacto e como devem fazer sentir aos funcionários o que sentem sobre o seu trabalho. Já os maus, nunca elogiam, preferindo carregar nas críticas negativas. Os ainda piores juntam a isso o facto de pensarem que o resto da organização pensar o mesmo. Isto leva a que o trabalhador comece a não confiar em ninguém à sua volta e que toda a gente o odeia. Pelo menos até alguém lhe dizer que o mesmo chefe já fez o mesmo com outras pessoas.

10. Nos tempos que correm, é uma sorte teres emprego. O mais engraçado nos chefes que costumam dizer isto é que nunca pensam na sorte que eles próprios têm em estar empregados. Numa altura em que Portugal, por exemplo, tem 12,5% de desemprego, é o mesmo que dizer a alguém “não acredito que te consigas manter dos 87,5% da população activa”. É um verdadeiro insulto e, pior, uma tremenda falta de visão empresarial. As pessoas que vivem amedrontadas tendem a subestimar o seu potencial.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Cake design #1 Por uma amiga...

Na 6.ª feira como já deve ter dado para reparar a S. fez anos! Quanto a mim andava ansiosa por pôr em prática a pasta de açúcar e pareceu-me uma óptima oportunidade!
Disse-lhe, vou fazer-te uma surpresa... não sei se era bem isto que estava à espera, mas a intenção foi a melhor...

Muitas horas na cozinha e bastante trabalho depois lá levei o meu pequeno (GRANDE) orgulho!
A carinha que fez quando viu, e a alegria que penso que lhe causou, valeu a pena todo o trabalho, para além do gozo que me deu fazer uma coisa assim...

Não consegui fazer uma grande reportagem porque me entusiasmava e não conseguia parar, mas aqui ficam duas fases de execução deste
Bolo de aniversário





O bolo era de noz e o recheio de morango...


Sim, é uma tentativa de Minnie Mouse... mas com a prática melhora!




Espero ter conseguido melhorar e alegrar um pouco mais o teu dia de anos!

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Natal

O dia de aniversário da nossa amiga S. parece-me um óptimo dia para levantar o véu daquilo que está a ser o nosso Natal este ano... entre preparação de presentes, árvore,..., aqui fica!
É ou não é uma imagem agradável! Até se sente o quentinho! Esta é para ti S. (maior dependente de lareira que conheço!)









Licor de café

A receita que hoje decidi "desvendar" (como já deve ter dado para reparar) é:

Licor de café

- 1 kg de açúcar
- 1,5lt de água
- 500 gr de café em grão
- 2l de aguardente

Colocar num recepiente de vidro o café com a aguardente e reservar por oito dias (no mínimo... eu deixei +/- duas semanas), mexendo de 2 em 2 dias.

Findo este tempo, numa panela misturar a água com o açúcar e levar ao lume até formar o ponto de pérola .

Deixar arrefecer.

Separar a aguardente dos grãos de café e adicionar ao preparado anterior. Colocar em garrafas ou numa licoreira e está pronto a consumir.




Mas ainda não estão terminadas... umas etiquetas... juntar a outras coisinhas e assim sim... lá vai para alguém especial!



terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Queria tanto...

mas ainda não consigo ter aquele sentimento de coração cheio por o Natal estar a chegar...

Será que demora muito? Faltam menos de duas semanas para o Natal, estou a adorar os primeiros passos dos presentes de Natal feitos por nós, mas queria curtir o sentimento de Natal, a paz, a alegria típica desta altura...

Quando chegar aviso... espero...

Alguém me sabe explicar

porque é que as estações dos CTT agora não têm terminal de Multibanco?

Uma loja que vende livros, postais, bilhetes para os mais variados efeitos, certifica fotocópias,... uma pessoa quer pagar e não tem multibanco! Não acho isto nada normal!

Conforme também acho muito ANORMAL uma cena que já presenciei mais que uma vez em mais que uma estação dos correios. Pessoas idosas que vão levantar as suas pensões, que muitas vezes nem se consegue compreender como conseguem viver com aquele valor e a funcionária paga-lhes o dito valor e a seguir tenta impingir-lhes vários produtos disponíveis na loja!
"Não quer uma lotaria?"
"Não quer um postal?"
Não quer isto e mais aquilo e mais o outro que inclui não sei o quê! Recebem à comissão? Há coisas mais importantes que o dinheiro... não conseguia dormir descansada depois de endrominar uma pessoa, quanto mais uma pessoa idosa! Deviam era levar com processos disciplinares em cima.

(Algumas) Funcionárias das estações de correios deste Portugal ganhem dois dedos de testa e pensem naquilo que andam a fazer... Gostavam que fizessem o mesmo às vossas mães ou pais? Não faças aos outros o que não gostam que te façam a ti!

Tenho dito....

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Quase um mês depois

Eu pensei, deixa-me ver há quanto tempo não escrevo no blog... quase um mês! Mas prometo, vai mudar...

Tenho tanta coisa para mostrar, mas as fotos ainda estão na máquina. Tenho mesmo de tratar disso...

A caminho vêm novas receitas, opinião sobre restaurante, prendinhas de Natal e uma grande novidade que vai ser anunciada com muito capricho porque é um pequeno grande orgulho!

Depois de ler o último post, só posso dizer que naturalmente no fim-de-semana após a estreia do Amanhecer lá estava, tal adolescente, sem conseguir tirar os olhos de tudo o que se ia passando! Não consigo ter um nível de exigência muito elevado no que diz respeito a esta saga e portanto adorei o filme, adorei!
Ainda bem que não fiz parte daquele conjunto de adolescentes histéricas que estavam na sala e que simplesmente soltaram um pequeno (grande) grito quando o Jacob apareceu pela primeira vez... estas raparigas por lobos... são umas tolas!

Mas a primeira cena do filme é ele a sair porta fora de casa, a despir a camisolinha e a mostrar este corpinho... até as entendo!