Páginas

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Bacalhau à Lagareiro... ou +/-!

Num daqueles dias em que se puxa pela cabeça, puxa, puxa, mas não sai nada disse, amanhã não sei o que fazer para jantar. O Sr. RP disse logo, o que me apetecia mesmo era
Bacalhau à Lagareiro

No dia seguinta lá o menino tinha o dito cujo na mesinha.

Cozer duas postas de bacalhau (a quantidade será de acordo com o número de pessoas).
Cozer batatinhas (com casca) q.b. em água e sal.
Quando estiver tudo cozido num tabuleiro de ir ao forno cobrir o fundo com cebola cortada às meias luas e um ou dois dentes de alho esmagados.
Espalhar as postas de bacalhau e as batatinhas, estas últimas depois de lhe dar uma porradinha (entenda-se murro). Decidi pôr também umas castanhas que tinha descongelado antes com água a ferver.
Regar com uma camada generosa de azeite e alhos bem esmagadinhos. Polvilhar com salsa picada.
Vai ao forno até ficar douradinho a gosto.
Acompanhei também com esparregado.




O marido repetiu e aprovou! :)

Angélico Vieira

Mais uma vida jovem que se despede de forma trágica!

Todos os dias pais sofrem ao ver os filhos partirem cedo de mais. Não sou mãe, mas acho que mãe nenhuma merece esse sofrimento.
Por se tratar de uma figura pública e até uma referência para muita juventude, só espero que sirva igualmente de referência para a consciência das pessoas quando acham que este tipo de coisas só acontece aos outros.
Temos de perceber que isto não acontece só aos outros e não posso dizer que Angélico Vieira sobreviveria se tivesse utilizado cinto de segurança, mas os nossos comportamentos não podem potenciar as probabilidades de acontecerem factos com um final assim... porque é que as pessoas ainda continuam a conduzir sem cinto de segurança?

Com 28 anos foi vítima deste acontecimento trágico... na memória ficam a imagem de um jovem bonito e algumas músicas que até se apreciam no Verão!

Esta é a que tem dado em todas as notícias dos jornais, nos vários canais:

Esta acho que é a única que conheço dele e gosto:


Cemitérios dos Prazeres

A minha última leitura:

Cemitério dos Prazeres
Pedro Boucherie Mendes


Eles dizem:
"Os portugueses gastam demasiado tempo em coisas que não interessam para nada enquanto fogem dos problemas que importa resolver depressa. Estamos cheios de manias, tiques e hábitos que, além de parvos, prejudicam o próximo.


Qualquer povo é assim, podemos pensar. E pensamos mesmo, porque chutar para o lado é uma das características dos portugueses. Tal como estacionar o carro em cima da passadeira, chegar constantemente atrasado aos compromissos ou transformar o simples pedido de um café numa manifestação de poder sobre o empregado de balcão.

Fruto do olhar corrosivo de Pedro Boucherie Mendes, que regista desde há anos as manias dos seus compatriotas, Cemitério dos Prazeres é um livro onde qualquer português poderá encontrar alguns dos traços mais dispensáveis da sua personalidade. Um retrato magistral do nosso povo que, a brincar, a brincar, irá despertar as consciências mais abertas à mudança."

Eu digo:
As pessoas antes de criticarem tudo e todos os que as rodeiam devem olhar para si próprias e sobretudo melhorar em nós aquilo que nos incomoda tanto nos outros...
Não vou dizer que não houve algumas coisas que li e simplesmente pensei, é mesmo assim! Mas achei um exagero a forma como este senhor se sente no direito de apontar o dedo a tudo e a todos!
Conselho: Se ser português é assim tão mau, pelo menos que peça 2.ª nacionalidade...




quarta-feira, 22 de junho de 2011

Mais um passo para a igualdade!

Assunção Esteves foi eleita Presidente da Assembleia da República!
Pela primeira vez na história de Portugal temos uma mulher neste cargo...

o Sr. Fernando Nobre é que deve ter ficado com uma cabeça... do tamanho de um grande melão...

É a vida!
Quem não arrisca não petisca e quem vai à guerra ganha e perde!

Lombos de pescada no forno

Num daqueles dias em que não sabia o que havia de fazer para jantar perguntei à minha comadre:
Então, que vais fazer para jantar hoje?
E ela disse-me lombinhos de pescada no forno.
Que boa ideia! Também vou fazer!

Depois de uma ideia geral de como fazia a dita receita, lá saiu isto:
- 4 lombinhos de pescada
- pimenta e alho
- cebola picada
- meio pacote de caldo knorr de marisco
- pacote de natas
- camarão descascado q.b.
- uma bolinha de queijo mozarella cortada aos pedaços

Num tabuleiro de ir ao forno colocar a cebola picada e dispôr os lombinhos de pescada.
Temperar com pimenta e alho (não costumo temperar com sal porque o caldo knorr já é muito apurado e lá em casa não gostamos das coisas muito salgadas).
Espalhar por cima o caldo knorr de marisco depois de dissolvido num pouco de água a ferves e por cima deitas as natas.
Dividir a gosto os camarões pelos lombinho e depois pôr um pouco de mozarella em cima para ficar douradinho no forno.
Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC até dourar a gosto.

(não sei porque carga de água hoje não estou a conseguir carregar a foto, rsrsrs... - há que ter paciência, segunda feira volto a tentar)


(Finalmente consegui... yupiiii!)
Servi este peixinho com arroz de forno, receita dada pela S., mas que noutra receita vou explicar passo a passo.

Fim-de-semana prolongado

É tão bom quando um mês nos presenteia com este prazer que é um fim-de-semana de 4 dias...

Tal como Pedro Boucherie Mendes diz no seu livro Cemitérios dos Prazeres:
"Porque aí podemos fazer ponte e uma ponte para um português é como uma derrota do Benfica para o Pinto da Costa"
...
"Como as terças, as quintas são excelentes quando calham a um feriado. São mesmo muito boas e melhores do que as terças porque só se retoma o trabalho vários dias depois. As quintas com feriados devem mesmo ser os melhores dias de todos. Só um estúpido não aproveita uma quinta com feriado para estar quatro dias seguidos sem trabalhar. Até quem marca greves está atento a isso."

Melhor que isso só mesmo quando é feriado da quinta e na sexta, e não é preciso gastar nenhum dia de férias!

terça-feira, 21 de junho de 2011

1.º Dia

E cá está... mais um Verão!

Altura de comer geladinhos e passear à beira-mar!

Melhor notícia, as férias começam a aproximar-se... estou mesmo a precisar!
(imagens retiradas da internet)

Peito de frango recheado

Tinha dois peitos de frango para gastar e depois de puxar pela cabeçorra lá saiu esta:
Peito de frango recheado

- 2 peitos de frango
- fatias de bacon
- fatias de queijo
- tâmaras sem caroço
- caldo knorr de cebola
- natas

Cortar os peitos de frango ao meio e rechear com o bacon, o queijo e as tâmaras.
Depois envolver o peito com fatias de bacon e fechar com ajuda de um fio ou utensílio próprio.
Dispôr os peitos num tabuleiro de ir ao forno, cobrir com o caldo de cebola e as natas e vai ao forno pré-aquecido a 190ºC até ficar cozinhado e dourado a gosto.



Para acompanhar fiz Castanhas com espinafres

- castanhas congeladas
- espinafres congelados
- bacon aos cubos
- pimenta
- meio cubo de knorr de alho e coentros
- azeite

Aloirar o bacon numa frigideira.
Juntar as castanhas e os espinafres e temperar com a pimenta e knorr.
Se começar a agarrar juntar um pouco de azeite para não queimar e cozinhar a gosto.




sábado, 18 de junho de 2011

Saltos altos!

Mulheres do meu país, prestem bem atenção ao que vou escrever:

Quando estão em casa não é preciso andarem de saltos altos! Podem usar uns chinelinhos, podem andar descalças, de meias, seja como for, mas parem com...
(imagem retirada da internet)
É que há gente que fica maluca... ainda por cima ao sábado de manhã!
(imagem retirada da internet)
Só tenho pena que a minha vizinha de cima não leia o blog! Acho que lhe vou deixar um cartãozinho por baixo da porta....

Bom fim-de-semana! E melhor ainda se for sem saltos altos!

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Saladinha da boa!

Num destes dias de calor, em que dá aquela vontade de refeição leve e saudável, lá saiu esta receita de

Salada do Mar

Decidi pôr:
- Massa tricolor
- Alface temperada com sal, pimenta, vinagre e azeite
- Camarão e mexilhão aloirado em azeite e alho
- Cogumelos
- Queijo feta
- Tomatinhos cherry
- Orégãos para polvilhar

Num pratinho dispõe-se todos os ingredientes a gosto. Terminar a polvilhar tudo com orégãos... e já está!


Rápido e fácil…

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Segue o Coração - Não Olhes para Trás

"Londres, 1842. Bastará uma boa acção para levar Matilda Jennings das ruelas lamacentas de Londres rumo às cintilantes luzes da América... Aquele podia ter sido um dia como tantos outros na vida de Matilda, uma pobre vendedora de flores. Mas aquele é o dia em que Matilda salva a vida de uma criança e recebe a mais preciosa das dádivas: a oportunidade de fugir da miséria e construir uma nova vida. Em breve trocará os bairros degradados de Londres pelos recantos misteriosos de Nova Iorque, as planícies do Oeste Selvagem e a febre do ouro em São Francisco. Munida apenas da sua coragem, beleza e inteligência, a jovem está apostada em ditar o seu destino, nem que para tal tenha de lutar contra tudo e todos. A sua rebeldia condena-a à solidão. Mas um dia também ela viverá as emoções de um verdadeiro amor. Um amor que terá de suportar a separação, a guerra e os tormentos do nascimento de uma nova nação. Será no Novo Mundo que Matilda vai aprender o que a sua infância não lhe ensinou: que todos nascem iguais, que a coragem e a generosidade são o que de mais nobre pulsa no coração humano, e que, por mais doloroso que seja, a vida tem de continuar e nunca se deve olhar para trás..."


Acabei de o ler hoje às 5 da manhã. Estava com dificuldade em dormir e aqui vai disto...
Gostei bastante deste livro, apesar da sua leitura ser quase um acto herculiano... é grande que tem demónio!
Houve uma fase em que pensei que não ia restar ninguém para contar a história, morre quase o povo todo...
Um romance que começa em Inglaterra e depois se passa na América, amores desencontrados, lições de vida... aprovado!

terça-feira, 14 de junho de 2011

Entrada simples!

Domingo geralmente é dia de comprar regueifa. Adoro ao pequeno-almoço com manteiga e depois mesmo às refeições sabe-me pela vida… mas mesmo assim uma regueifa acaba por ser muito para nós os dois!

Posso congelar e usar para várias coisas, mas neste domingo achei por bem preparar uma entrada diferente e bem simples…

Bruschetta

- uma fatia de regueifa a gosto cortada a meio
- azeite, pimenta, alho moído q.b.
- polpa de tomate (ou ketchup na falta desta)
- queijo mozarella ralado (eu usei mozarella mas também pode ser flamengo ou outro a gosto)
- bacon fatiado (cortado em pedaços)

Colocar uma folha de papel vegetal num tabuleiro de ir ao forno e ligar o forno a 180ºC.
Por cima da folha de papel colocar as fatias de regueifa com o miolo virado para cima. Espalhar uma fio de azeite e temperar com pimenta e alho.
Com a ajuda de uma colher cobrir o topo com polpa de tomate.

Espalhar o queijo ralado e pôr uma fatias de bacon a gosto.


Levar ao forno a gratinar a gosto e servir polvilhado com orégãos.


Muito simples, mas soube muito bem!

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Tarte de limão merengada

Mais uma refeição fora de casa, mais uma oportunidade de experimentar uma nova receita:

Tarte de limão merengada

Esta tarte levou:
- 2 pacotes de bolacha Maria
- 180g de manteiga
- 1 lata de leite condensado
- 2 ovos (separadas as gemas e as claras)
- sumo de 1 limão (ou 2, se forem pouco sumarentos)
- 2 colheres de sopa de açúcar

Ligar o forno no 200º para ir aquecendo.
Derreter a manteiga no micro-ondas (+/- 1 minuto).
Juntar a manteiga à bolacha picada e mexer até ficar tudo muito bem misturado.
Numa tarteira forrar o fundo e as paredes com a mistura da bolacha com a manteiga e pressionar bem para ficar compacta.


Levar a tarteira ao frigorífico enquanto se prepara o resto da receita.

Numa taça colocar o leite condensado e aos poucos misturar o sumo de limão. Juntar as gemas e mexer até ficar uma mistura homogénea.



Colocar este preparado sobre a base e espalhar bem.


Levar a tarte ao forno e deixar cozer durante 10 minutos (é apenas para cozer e não para alourar).


Bater as claras em castelo com as 2 colheres de açúcar até ficar merengue.
Espalhar muito bem o merengue por cima da tarte.

Levar novamente ao forno na mesma temperatura, até aloirar, o que deverá levar entre 5 a 10 minutos, dependendo do forno.


Muito boa! O marido apreciou especialmente... guloso!

Arranjem-me uns palitos sff!

O fim-de-semana foi de facto muito bom, memorável!

Mas agora só queria...

(imagem retirada da internet)
Não vai ser uma semana nada fácil!

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Continua a ser chocante!

Chocante foi o que aconteceu e acontece por esse mundo fora... pessoas que simplesmente fazem mal umas às outras e causam sofrimento gratuito!

Acho que toda a gente conhece a história do Rui Pedro, o seu desaparecimento e a luta incessante dos pais...
Cada vez que ouço falar deste assunto parece que sinto um aperto no coração... não sou mãe, mas o sofrimento desta mãe não deixa dúvidas de um coração despedaçado e de uma esperança ilimitada!
Tanto nos preocupamos com coisas insignificantes e valorizamos pequenas coisas. Existem pessoas bem próximas de nós para quem cada dia é um tormento sem fim e talvez a contagem descrescente para o reencontro tão esperado.

Aqui fica a entrevista dos pais do Rui Pedro mais recentemente dada à TVI:

Impressionante a dualidade de sentimentos destes pais, desta mãe... numa luta que não sabe se algum dia terá fim! Continuar sem saber o que lhe aconteceu é o maior desespero...

Quanto a mim, uma boa forma de resolução desta situação seria uma boa tortura física ao Sr. Afonso! Caso soubesse mais alguma coisa com certeza iria admitir; caso não soubesse mais nada também era um bom castigo por andar a desencaminhar uma criança para esse mundo que é o da prostituição... as crianças também têm direito à sua inocência e têm (ou deviam ter) muito tempo para conhecer certas coisas!

Nada de especial!

A receita de hoje não tem nada de especial, acho que ficou um prato bonito e o RP disse que devia fotografar para pôr no blog... e cá está!

Muita gente ao ouvir este nome fica logo com o nariz torcido, mas a verdade é que de vez em quando nos sabe muito bem, principalmente quando fazemos muitas asneiras e queremos "limpar"!

Pescada cozida com legumes

- 2 postas de pescada
- 2 ovos
- 6 batatinhas pequeninas
- mistura de espinafres com pinhões e passas (Continente)
- manteiga, sumo de limão q.b.
- 1 dente de alho esmagado

Está visto que a preparação também não tem nada de especial.
Pôr a pescada a cozer com a batata e os ovos. Quando a pescada estiver cozida retirar e temperar as batatas e os ovos com sal.
Numa frigideira colocar a mistura de espinafres e saltear com um pouco de azeite.
Num tachinho ferver a manteiga com o sumo de limão e o dente de alho esmagado.
Depois é só montar o prato e comer...



terça-feira, 7 de junho de 2011

Ultra-rápida

Quando almoço em casa durante a semana, geralmente já tenho refeição pronta que apenas preciso de aquecer para comer... 1 hora não dá para grande coisa!

Mas nos dias em que não tenho é preciso fazer qualquer coisa num instantinho porque não sou rapariga de uma sopa e nada mais... num desses dias saiu uma bela de uma saladinha super rápida que me soube muito bem.

Salada de atum

- 1 tomate
- 1 queijo fresco
- 1 lata de atum
- sal, pimenta, colorau e oregãos q.b.
- azeitonas
- azeite e vinagre balsâmisco q.b.

Fazer uma cama de tomate cortado aos pedaços, ao centro colocar queijo fresco também cortado aos pedaços.
Temperar com sal, pimenta, colorau, azeite e vinagre.
Em dois cantos do prato colocar um montinho de atum (eu usei atum em azeite que é a gordura mais saudável!).

Decorar com oregãos (que com uma mistura de tomate e queijo fresco é sempre bom) e uma azeitonas e está pronto a comer!
E que bem que soube...

Passos Coelho...

... o resultado não me surpreendeu!

O que me surpreendeu sem dúvida foi a percentagem de abstenção. Como é que é possível???

Quem não cumpriu o seu dever cívico simplesmente não tem o direito de se queixar ou criticar o que quer que seja. Com tudo aquilo que se passa, eu não percebo o que vai na cabeça das pessoas.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Luta constante

A de tentar inventar e pesquisar receitas que sejam saudáveis mas simultaneamente saborosas e apelativas!

Esta foi uma das que deu dores de cabeça... correu bem, sabia bem, mas fazia impressão a alguém... e simplesmente não gostava de ver... uma... BERINGELA!

Realmente já me tinham dito que o casamento requeria muita paciência, mas dizerem-me que sabe bem, está bom, mas faz impressão... ai ai ai ai ai!!!!

Geralmente quando compro carne picada faço um refogado, cozinho a carne toda e depois congelo. Esta carne pode ter vários destinos, lasanha, massa à bolanhesa... Beringela recheada! E foi este o motivo da minha dor de cabeça!

Ingredientes:
- carne já cozinhada suficiente para os dois
- 1 beringela
- 3 colheres de sopa de natas
- 2 colheres de chá de farinha maizena dissolvidas em água
- óleo para untar (usei Espiga)
- mozarella.

Pôr a carne numa frigideira e levar ao lume. Entretanto cortar a beringela a meio, retirar o máximo possível da polpa, cortar aos pedaços e adicionar à carne.

Deixar cozinhar um pouco até a água secar e adicionar as natas e a farinha maizena. Tirar a frigideira do lume.

Dispôr as meias beringelas num tabuleiro que possa ir ao forno, devidamente untado.

Rechear as beringelas com preparado anterior e por cima espalhar queijo mozarella ralado.

Vai ao forno a gratinar.


"Se tivesse sido num ananás é que era porreiro!" Disse o provador!!!