Páginas

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Pudim de côco

Quando é preciso uma sobremesa rápida e saborosa... uma sugestão de surpresa para os senhores fazerem às pessoas que querem fazer sentir especiais... aqui fica:
Pudim de côco

Ingredientes:
- 1 lata de leite condensado;
- 250ml de leite de côco;
- 200ml de natas;
- 5 ovos (usei tamanho L).

Começar por bater os ovos, juntar o leite condensado e bater, juntar o leite de côco e bater, juntar a natas e bater.
Quando estiverem cansados de bater (sim, porque depois de bater estes ingredientes qualquer homem fica exausto), virar para uma taça (pírex) que possa ir ao forno.
Vai ao forno cerca de 30 minutos.
Deve ser servido frio!

E uma imagem para abrir o apetite! :)



É começar a surpreender, não custa nada!
Só um conselho: primeiro informem-se se a pessoa gosta de côco!

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Campanha - Recolha de Medula Óssea

Recebi este mail do HPBN (Hospital Privado da Boa Nova) e penso que é minha obrigação passar esta informação. Não custa nada tentar ajudar os outros, é esse o significado da nossa vida!

"Junte-se ao HPBN nesta acção de Colheita de Sangue para Doação de Medula Óssea




Sabia que existem doenças como a Leucemia e alguns tipos de Linfomas, entre outros, que podem ser curados através de um transplante de Medula Óssea?
 
Sabia que estes doentes só têm 25% de hipóteses de terem um irmão igual e que a percentagem para encontrarem um dador compatível, não aparentado, é de 1/10.000?!
 
Podemos ajudar de forma indolor e rápida e é por isso que o Hospital Privado da Boa Nova quer reunir um grupo de 100 pessoas que queiram ser candidatos a doadores para a colheita de sangue. Devem enviar um e-mail para geral@hpbn.pt com o Assunto “Recolha de Medula Óssea”, e com o nome, e-mail e contacto telefónico. Depois de agendado o dia e hora desta recolha, telefonaremos às pessoas inscritas com essa informação.
 
É importante termos no mínimo 50 pessoas presentes nesta recolha, senão vai ser totalmente impossível realizá-la.
 
Basta uma análise para se registar e se porventura for compatível, sujeitar-se a um procedimento parecido com a dádiva de sangue, só que mais demorado. Se for chamado como dador compatível não vai ter que se sujeitar a nenhuma operação ou outro método agressivo/evasivo.
 
Só precisa de:
- Ter entre 18 e 45 anos
- Ser saudável
- Ter pelo menos 50Kg
- Mais de 1,50m
- Nunca ter recebido uma transfusão de sangue desde 1980



Junte-se a nós! Quem sabe se não poderá salvar uma vida?
 
Mais informações através do nº 229 980 900."

Será que há coisa melhor do que termos a possibilidade de salvar a vida de uma pessoa?
Eu já me inscrevi...

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

1.º Bolo 2011

Passadas as festas de Natal e Passagem de Ano no dia 8 de Janeiro decidi fazer o meu primeiro bolo de 2011, cuja receita, por preguiça, ainda não tinha colocado.
Mas como mais vale tarde que nunca, aqui fica:

Bolo Brigadeiro, Bolo de Chocolate, Bolo de Chocolate com cobertura e recheio de chocolate, podem chamar o que quiserem

Ingredientes do bolo:

5 ovos;
250g de açúcar;
200g de chocolate (de culinária);
100g de manteiga;
200g de farinha;
2 dl de leite (usei meio gordo);
1 colher de chá de fermento em pó;
1 pitada de sal fino.
Usei o spray da espiga para untar a forma e polvilhei com farinha.

Colocar a manteiga e o chocolate num tacho e derreter em banho maria.
Juntar a gemas e o açúcar e bater bem; quando ficar com uma cor esbranquiçada, ainda a bater adicionar aos poucos o chocolate já derretido.
Ainda a bater ir adicionando aos poucos (e alternadamente) o leite, a farinha e o fermento.
Às claras adicionar uma pitada de sal e bater até ficarem em castelo.
Juntar as claras ao preparado anterior.
Vai ao forno até cozer (+/- 1 hora).
Depois de cozido desenformar e deixar arrefecer.

Eu fiz o bolo de véspera para garantir que estava bem frio quando o recheei.

Para o recheio/cobertura, os ingredientes são:
2 latas de leite condensado (usei Nestlé)
1 lata de leite (medida da lata do leite condensado)
125g de chocolate em pó;
2 colheres de sopa de manteiga;
Pepitas de chocolate e bolinhas crocantes para decorar (a gosto).

Num tacho juntar as duas latas de leite condensado e o chocolate em pó, levar ao lume e misturar bem.
Depois juntar a lata de leite e as colheres de manteiga e ir mexendo o preparado em lume brando até engrossar (ponto de estrada).
Quando estiver no ponto deixar arrefecer.

Estando frio o recheio, cortar o bolo a meio e retirar a parte superior. Rechear o bolo com metade do preparado anterior.
Voltar a colocar a parte superior do bolo e cobrir o bolo com o chocolate.
Por fim, e a gosto, decorar o bolo... eu pus uma pepitar de chocolate e uma bolinhas crocantes de 3 sabores (claro que tinham de ser de chocolate branco, preto e de leite!).

Aqui fica o resultado final:


sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Inscrevermo-nos não custa!

Recebi esta informação por mail e simplesmente não pude ficar indiferente!
Sem grandes palavras, porque não existe palavras para descrever os sentimentos que tenho ao ver situações destas, aqui fica:

"Olá a todos.

(Antes de adoecer)



Chamo-me Duarte Guimarães, tenho 11 meses (quase 12) e sou portador de uma leucemia linfoblástica aguda tipo B, derivada de uma translocação do cromossoma 4 com o cromossoma 11. Perguntam vocês: É grave? Sim, é muito grave!



Primeiro que tudo peço a todos que nem tentem andar a vasculhar na internet a gravidade e as causas da minha doença, porque o tempo que eventualmente gastariam em tal acto, bastariam 20 a 30 minutos do vosso tempo, para tentarem salvar-me a vida. É para isso que vos estou a escrever estas curtas linhas, na expectativa de, quem sabe, um de vocês poder salvar-me. O meu pai e a minha mãe andam muito tristes e todos aqueles que gostam de mim também. Não vos escondo que tenho sofrido muito desde o dia 15 de Dezembro, mas também não vos escondo que não é minha intenção deixar de lutar. É por isso que peço a todos os amigos do meu pai e da minha mãe, que reencaminhem este e-mail para o maior numero de contactos.



Um beijinho para todos vocês do Duarte Guimarães"

No IPO

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

No mínimo, preocupante!

Há um blog que costumo ler diariamente e geralmente me deixa bem disposta, mas hoje li um post que me arrepiou e acho importante percebermos como certas coisas funcionam na nossa sociedade.
O blog que refiro é:

Aqui fica o post sobre o qual acho que devo refletir:

"Ao que se chega


Ontem ouvi uma enfermeira contar uma história absolutamente chocante. Dizia ela que tinha um senhor, velhinho, num lar, que tinha uma ferida numa perna. E que todos os dias ela lá ia, mudar o penso e tratar a ferida. Mas todos os dias a ferida continuava igual. Às vezes pior. E ela não entendia. E preocupava-se. Até que um dia, o senhor explicou. Todos os dias levantava cuidadosamente o penso e deitava sal na ferida. Depois, tornava a colocar o penso, de forma a que ninguém notasse. Porquê? Porque sabia que se a ferida sarasse ia deixar de ter a visita dos enfermeiros. E essa era a única visita que recebia.



Esta é, provavelmente, das histórias mais tristes que já ouvi."
... e eu também!

"Geração à rasca"

Pelos vistos é esta a denomição que dão à nossa geração. Num ponto existe consenso:
somos é geração mais qualificada e a que tem mais dificuldade em "vingar" no mundo do trabalho.

Ontem deu uma reportagem na SIC que muito sinceramente ficou aquem da minha expectativa. Numa reportagem de Portugal 2011, Geração à rasca, os intervenientes foram:
- António Cruz Serra, Presidente do Instituto Superior Técnico de Lisboa que basicamente disse que os licenciados desta instituição tinham quase 100% de empregabilidade (no período de 6 meses) e enquanto se babava e gabava de forma que considerei desadequada disse que para ali só iam os bons alunos e o bem mais precioso da instituição era o canudo...
Permito-me discordar até porque todos os dias vemos óptimos alunos, com elevado nível de conhecimento mas maus (ou péssimos) profissionais. Saber muito não significa que o saiba aplicar na prática e quem não souber aplicar na prática pode ter muitos canudos...
- Reitor da Universidade de Coimbra que basicamente se preocupou mais em dar uma aula de economia do que em falar do assunto proposto na entrevista. Temos de lutar pelos nossos objectivos e não ficar à espera que as coisas aconteçam, todos concordamos, mas só quem passa por essas lutas infrutiferamente é que sabe dar o valor, portanto não fale quem não sabe. Pode ser muito bom como reitor e até a dar aulas (se dá!), mas a aproximação da realidade deixa a desejar.
- Recém-licenciado em Cinema, jovem com 22 anos, salvo erro, licenciado em cinema foi o exemplo mais generalista e representativo da actual situação do país e dos jovens recém-licenciados que a SIC arranjou para ilustrar a situação que actualmente se vive no nosso país. Não é que tenha o que quer que seja contra os formados nesta área, mas caramba... podiam pôr alguém licenciado em História ou nessas coisas bem esquisitas que ninguém percebe para que existem, só para ser pior.
Todos os dias vemos enfermeiros, engenheiros, professores,... (e economistas ou gestores, claro!) que espelham a situação que se vive... pessoas com esta formação que nos atendem na caixa do supermercado, que estão no balcão dos correios,... e que para além de viverem frustrados com a situação em que estão, simultaneamente retiram a possibilidade de emprego a pessoas com menos formação.

Estive desempregada durante um ano (depois de ter estado empregada durante 3,5 anos e emprego do qual saí porque já estava com cerca de 5 salários em atraso), trabalhei enquanto me licenciei e sei bem o que é procurar, tentar, desesperar e não conseguir. Apesar de trabalhar à cerca de 3 anos na empresa onde estou, não posso deixar de me sentir solidária com todos os que passam por situações iguais ou idênticas.
Ou por falta de experiência, por excesso de experiência, excesso de formação, falta de formação, tudo são motivos para não nos oferecerem trabalho ou então nos proporem empregos em condições... "desadequadas" (porque 5€ à hora a recibos verdes, é no mínimo desadequado)!

Quanto à SIC, acho que podia ter sido muito mais interessante a reportagem que fizeram! Pensava que ia demonstrar aquilo que tantos de nós sente, mas sinceramente fiquei um pouco desiludida!

Acho que vou ouvir só mais uma vez os Deolinda!

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Malawi... e a sua flatulência!

Por muito inacreditável que possa parecer, no passado Sábado estava eu a ver as notícias e eis que surge uma notícia no mínimo surpreendente!
Em Malawi estão a considerar a hipótese de legislar relativamente à flatulência pública e assim considerarem este acto um delito.
Portanto, este país da África Oriental, país em que esperança média de vida se localiza entre os 37 e os 38 anos de idade e a proporção de médicos é de 1 para cerca de 65.000 malawianos, a principal preocupação é a flatulência pública!
Alguém é capaz de me explicar como isto é possível?
Depois a população discute o assunto de uma forma tão séria que eu até fico

do género, se fosse urinar ou algo mais estava bem, agora gases???? Não nos podem castigar por isto! São as broas a passar à frente e esta malta toda preocupada com as migalhas, juro que não entendo!
Mas anda tudo maluco?
O ministro da Justiça do país em questão que frequente umas boas consultas de psiquiatria, e aqui ficam alguns conselhos para os malawianos:
- evitar leguminosas (feijão, ervilhas, lentilhas, ...);
- evitar lactose;
- não falar muito às refeições;
- evitar frutos com grainhas (kiwi, romã, maracujá,...).
Porque no final isto pode ser considerado um movimento:

Caso contrário, ainda pagas um multa!

Dia dos Namorados

Será que há melhor forma de comemorar o dia dos namorados do que através da escritura da nossa nova casa? Por acaso ocorrem-me inúmeras, passar o dia a ver papéis e alterar contratos,... que dor de cabeça só de pensar!

De facto nunca mais vamos esquecer este dia dos namorados, foi sem qualquer sombra de dúvida diferente!

Agora é começar a encaixotar, separar, amontoar, desarrumar, desesperar... que rico trabalho nos espera pela frente! Mas pelo menos já podemos dizer que temos uma coisa nossa...
Haja saúde e trabalhinho para podermos cumprir com todos os nossos compromissos!

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Leandro F.

Leandro F. (seja lá quem for o senhor!) disse:

"Estamos numa época em que o fim do mundo não assusta tanto quanto o fim do mês."

Fala muito bem ... excelente pensamento para o dia de 10 meses de casamento...

:( ... :)

Nada como encarar as dificuldades que enfrentamos com boa disposição... a brincar, a brincar se vão dizendo as verdades!



Se a Deolinda se juntasse ao Rui Unas numa música é que era...

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Parva Que Eu Sou

"Sou da geração sem remuneração
E não me incomoda esta condição.
Que parva que eu sou!


Porque isto está mal e vai continuar,
Já é uma sorte eu poder estagiar.
Que parva que eu sou!
E fico a pensar,
Que mundo tão parvo
Onde para ser escravo é preciso estudar.


Sou da geração ‘casinha dos pais’,
Se já tenho tudo, pra quê querer mais?
Que parva que eu sou!
Filhos, marido, estou sempre a adiar
E ainda me falta o carro pagar,
Que parva que eu sou!
E fico a pensar
Que mundo tão parvo
Onde para ser escravo é preciso estudar.

Sou da geração ‘vou queixar-me pra quê?’
Há alguém bem pior do que eu na tv.
Que parva que eu sou!
Sou da geração ‘eu já não posso mais!’
Que esta situação dura há tempo demais
E parva não sou!
E fico a pensar,
Que mundo tão parvo
Onde para ser escravo é preciso estudar."

Esta música da Deolinda é das poucas coisas muito acertadas que ouvi nos últimos tempos!
A Sra. é... cada tiro, cada melro!!!

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Esta tenho de partilhar...

Para começar o dia bem disposta!

Foi assim que tudo aconteceu...

Deus disse a Adão e Eva:
- Tenho dois presentes para distribuir entre vocês: um é para fazer xixi em pé e...
Adão, ansiosíssimo, interrompeu, gritando:
- Eu! Eu! Eu! Eu! Eu quero, por favor... Senhor, por favor, por favor. Sim? Facilitar-me-ia a vida substancialmente!
– Por favor! Por favor! Por favor!
Eva concordou e disse que essas coisas não tinham importância para ela. Então, Deus presenteou Adão.
Adão ficou maravilhado. Gritava de alegria, corria pelo jardim do Éden fazendo xixi em todas as árvores.
Correu pela praia fazendo desenhos com seu xixi na areia. Brincava de chafariz. Acendia uma fogueirinha e brincava de bombeiro...
Deus e Eva contemplavam o homem louco de felicidade, até que Eva perguntou a Deus:
- E... qual é o outro presente?
Deus respondeu:
- Cérebro, Eva... o cérebro é seu...